Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Sugestão de férias

Se não sabem onde ir por estes dias, fiquem com as sugestões do meu passeio.
Tanto dá para ficar dois ou três dias e ver o mais importante como instalar-se por lá para uma semana bem passada, pois distracções não faltam: praia, piscina e belos passeios.

Cabo Carvoeiro

Quem vai a Peniche não pode deixar de visitar as redondezas.
O Cabo Carvoeiro é imponente, faz-nos sentir pequeninos quando olhamos para a força daquele mar todo.

Forte de Peniche (prisão)

Sem dúvida o local mais arrepiante deste passeio.Imaginar que houve pessoas que ficaram anos e anos presas naquelas celas minúsculas, sem terem feito mal nenhum a ninguém, incomoda os mais insensíveis.E de trás das grades observar cá fora o voo das gaivotas devia ser a maior tortura...

Atlantic Golf Hotel

Foi aqui que fiquei muito bem instalada (a foto foi tirada do 5.º andar, onde era servido o pequeno-almoço, por isso o hotel propriamente dito não se vê).
O hotel é enorme e esse espaço todo que vêem na foto pertence ao empreendimento e está à disposição de todos os hóspedes.
Talvez por isso havia imensas famílias com crianças porque realmente ali há boas condições para elas se entreterem.
A praia mais próxima é a Praia da Consolação.
Do outro lado de um pequeno cabo, uma praia pitoresca: a "Praia dos Coxos" Não imaginam a quantidade de velhotes com muletas que por lá estavam instalados nas rochas!
Sim, porque a tal praia não tem um grão de areia, só rochas!
Para lá chegar é preciso descer umas grandes escadas, e francamente, as pessoas com problemas de locomoção que conseguem instalar-se naqueles pedregulhos, quando finalmente chegam à estrada e conseguem andar melhor, devem ter vontade de gritar "Milagre!!"

Como durante o dia andava a laurear a pevide e só chegava ao fim da tarde ao Hotel, o local mais frequentado foi a piscina coberta (lado esquerdo da foto).
Tenho de lá voltar: só de escrever isto já estou com saudades!
E não, meu caro António, não fui às Berlengas...
Mas hei-de lá ir!

Mini férias

Aposto que estavam cheios de saudades minhas... (e "modesta" é o meu nome do meio)!
Pois é, mais ou menos inesperadamente resolvi fazer uma "escapadinha" de três dias para conhecer melhor Peniche que só conhecia de passagem.
Aquilo é giro.
Se lá forem fiquem no "Atlântic Golf Hotel" que tem uma piscina interior que é óptima para quando está vento e não se pode estar na praia ou na exterior...
E já agora, digam que fui eu que recomendei para ver se eles para a próxima me fazem um desconto!
Amanhã publico umas fotos para vos aguçar o apetite...

Quanto ao post anterior, não pensava estender o assunto, mas não posso deixar passar sem resposta tantos e tão diferentes comentários.
O que mais me tocou foi o da Partilhas. A ti e a outras na mesma situação que tu, tenho a dizer que são umas mulheres muito corajosas...
Deve ser uma tarefa de Hércules criar um filho sozinha. Sinceramente, eu acho que não seria capaz.
Depois também me parece que filhos de pais separados fazem um bocadinho de chantagem ora com um ora com outro para melhor conseguirem os seus intentos, sendo por isso ainda mais difíceis de educar. Se para fazer um filho são precisas duas pessoas, é porque serão também precisos dois para o educar...
Infelizmente os filhos de pais separados são cada vez em maior número: e quando digo infelizmente não é só para a criança, é também para o pai e para a mãe.
Normalmente (e não sei porquê!) são as mães que ficam com os filhos.
Um homem que passe um fim-de-semana de 15 em 15 dias com uma criança algum dia terá com ela a mesma relação que um pai diariamente presente?
Eu não acredito...
A tal "guarda conjunta" em que a criança tanto fica com o pai como com a mãe, apesar de poder baralhar as crianças que passam a ter duas casas, ainda me parece ser a melhor solução.
Mas esta solução obrigaria a que pai e mãe vivessem perto e tivessem uma relação muito boa, o que deve ser complicado de conseguir.

A mim parece-me que as criançs hoje em dia são mais difíceis de educar do que eram antigamente, por haver muita falta de respeito: respeito pela autoridade dos pais, dos professores, respeito pelo espaço dos pais e pelo seu direito ao sossego e respeito também dos pais para com os filhos.
Há muito comodismo da parte de alguns pais pois é muito mais fácil dizer "sim" e acabar com as chatices do que dizer "não" e ter de explicar porquê, e voltar a explicar, e dar uma palmada no rabo se isso for necessário e depois aturar a birra que vem a seguir...
Nós adultos temos tendência a menosprezar a inteligência das crianças, a achar que somos os donos da verdade e a não as ouvir com a atenção que devíamos.
Se fizéssemos tudo isto poupavam-se muitos dissabores, actuais e futuros.

Tempos livres?

Ou "tempos vai-chatear-para-outro-lado?"
Hoje nas notícias das 13 na RTP1 perguntaram a um miúdo porque estava ele no ATL ao que ele respondeu qualquer coisa como "a minha mãe não consegue aturar os dois lá em casa"!!!

Não tenho nada contra os ATL's porque para muitas famílias é o único local onde podem deixar os filhos enquanto trabalham.
Mas sei, porque sei mesmo, que muitos papás e mamãs usam os ATL's para além do tempo estritamente necessário.
Ou então inscrevem as criaturas em todas as actividades e mais algumas, desde as artes marciais à música, ao ballet, natação, esgrima, equitação, e sei lá que mais... Tudo serve de pretexto para ter os filhos mais umas horitas fora de casa, onde não chateiem.
Até já há centros de explicações que também servem de armazém, perdão, atelier, e onde até dão almoço às crianças...
Também já não há hiper que não tenha à entrada uma gaiolinha para deixar os putos enquanto os pais fazem as compras "descansados".
Ora eu acho que as crianças assistirem e participarem na tarefa das compras é uma boa oportunidade de educação: de lhes explicar que não se podem comprar todos os brinquedos que pedem porque também é preciso comprar arroz e fruta e batatas e peixe e carne...
De os deixar também "escolher" um produto que gostem porque fizeram por o merecer. Enfim, é uma boa altura para interiorizarem algumas regras de consumo...
Claro que tudo isto dá trabalho, mas quem não quer ter estes e outros trabalhos não tem filhos e pronto: assunto resolvido!

Agora vou contar duas historinhas:
História 1:
No dia da entrega das avaliações na minha escola uma mãe queixava-se "ai professora, já estou nervosa só de pensar que vou ter de aturar os três em casa. Não sei se aguento!"
Esta senhora é mãe de 3 filhos: a mais velha com 15, o do meio com 10 e a mais pequenina com 7.
Profissão da mãe: dona de casa.

História 2:
Aqui há tempos um professor de uma modalidade desportiva levou 5 ou 6 putos para um torneio.
Estava previsto que estivessem fora 3 dias, que era o tempo que o tal torneio durava.
Por tanto azar que, logo no primeiro dia de torneio, os garotos ficaram todos eliminados e regressaram a Aveiro.
O professor vai "fazer a entrega" e qual não é o seu espanto quando descobre que alguns pais tinham aproveitado a ausencia dos rebentos para ir passar uns dias ao Algarve!
Não sei todos os pormenores da história, mas sei que o professor, que nem filhos tem, se viu à nora para se ver livre dos filhos dos outros, tendo sido ainda confrontado com a indignação de alguns pais que achavam que ele tinha a obrigação de ficar com eles!

Como a Educação Sexual

nas nossas escolas nunca mais avança, aqui deixo este humilde contributo, recebido por mail da minha amiga Teresa.
Compravam-se assim uns bonequinhos e distribuiam-se pelas escolas...
Não vos parece que todos ficavam a perceber??
Ai se a solução para a Matemática fosse asim tão simples!

Desabafo do dia

Comecei a trabalhar com 19 anos e agora tenho as minhas perspectivas de vida futura todas viradas do avesso por causa dum gajo que se reformou com 5 anos de serviço e se cansou ao fim de 4 meses de trabalho!

(e agora devia escrever um palavrão, daqueles cabeludos, à moda de Massarelos!)

HarryPottermania

Desenho do Renato Rocha

Confesso que não a compreendo...
Os livros não são maus, mas daí a serem bons, vai uma enorme distância.
Confesso também que só li o primeiro, pouco depois dele ter saído e ainda muito longe de estar na moda - lembro-me que foi em Janeiro de 2000, porque comprei dois: um para oferecer a uma menina que fazia anos e outro para mim.
Gostei, mas não adorei.
Mais tarde vi um dos filmes (marcou-me tanto que já nem me lembro do nome! Era aquele que tinha um carro que voava...).

Mas, à parte o meu bom ou mau gosto, estes livros quanto mais não seja valem por um factor muito importante: pôr a miudagem toda a ler...
E como a leitura é um gosto que se cultiva, começam por ler as aventuras do aprendiz de feiticeiro e depois passam a ler obras mais interessantes...
(Agora vou abrigar-me debaixo da secretária, que já sei que vou começar a apanhar de todos os lados!!)

E não, não sou "muggle"!

(des)Venturas na praia

Hoje abriu a minha época de praia.
Depois do almoço (bastante depois), passei pelo Jumbo e comprei: um guarda-sol verde, uma cadeira verde e uma revista cor-de-rosa.
Chegada à praia, instalei-me na cadeira (verde) a ler a revista (cor-de-rosa).
Passados uns minutos, por causa do vento e duma borbulha gigante (vermelha) que tinha (ainda tenho) nas costas, resolvi deitar-me na toalha (azul), abrigada pelo guarda-sol-verde.
Mas o vento era demais ou o guarda-sol era de menos e dali a um bocado já estava farta da praia, da areia agarrada ao cabelo e ao corpo peganhento do protector solar.

"Vamos embora?"
Era o que o meu marido queria ouvir, mas não tinha coragem de ser o primeiro a dizer...
Uma paragem na esplanada para um café (ele), um gelado e um escaldão numa perna (eu) e foi o melhor momento de uma tarde de praia...

Amanhã, se não chover, repetimos a dose...
Oh gentinha masoquista!

Vá lá, votem...

Se não votarem, vai ganhar um gajo chamado "vizinho" e vão arrepender-se para o resto da vida...
Os vizinhos são aqueles seres chatos, que nos batem à porta a horas impróprias a pedir uma coisa que não queremos emprestar...
São aqueles que ou têm o bebé a chorar, ou o cão a ladrar, ou o periquito a piar...
São aqueles que nos roubam o lugar de estacionamento na garagem e nos entopem o correio com os papéis que tiraram das suas próprias caixas...
São aqueles que estendem a roupa molhada aempre na altura em que a nossa estava seca, ou então sacodem as migalhas da toalha para cima da nossa roupa molhada...

(Pronto, isto sou eu a imaginar porque não tenho vizinhos...)

Imagem DAQUI

Mais ou menos férias

As férias começam a fazer-se notar no reino da blogosfera: menos post's, menos comentários, menos votos no meu nick (snifff, snifff).
Há também uns blogs que pararam, não se sabe se temporariamente ou não.
Entretanto outros há que aparecem.
É o caso destes Ursos à solta que merecem uma visita...
Uma frase roubada de lá:

«Com que então faz parte dos tais que não gostam de matemática?
Se já não é infeliz irá ser!
Os bons empregos são de quem gosta de matemática.
Você não presta, irá viver do Rendimento Mínimo Garantido o resto da vida, é um ser descompensado, com uma falha, cidadão desqualificado, de segunda, vítima de professores incompetentes e do pouco tempo que passou na escola.»


    Piada do dia:
    Dois mercados iam a passear.
    De repente, um levanta voo.
    Como se chama?
    Supermercado!

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D