Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Frases roubadas por aí...

Sobre a saúde:

Descobri que no Banco das mulheres em São José existe apenas um único termómetro... interessante... para uns 10 médicos e o triplo ou quádruplo de doentes.... boa.
Pékala

Sobre o "prolongamento" do horário dos professores:

(...) A outro colega, colocaram-no a dar aulas de informática aos miúdos, o problema é que se esqueceram de que só há na sala de aula um computador...
ImpressõesDigitais

A velhinha na farmácia

Para levantar o astral cá do sítio, já que não arranjei nenhuma bruxa arranjei (via Jackie) esta anedota:

A velhinha com mais de 80 anos, mas toda eléctrica, entra na farmácia.
- Vocês têm analgésicos?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm remédio contra reumatismo?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm Viagra?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm pomada anti-ruga?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm gel para hemorróidas?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm bicarbonato?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm soníferos?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm remédio para a memória?
- Temos, sim senhora.
- Vocês têm fraldas para adultos?
- Temos, sim senhooooora.
- Vocês têm...
- Minha senhora! Aqui é uma farmácia, nós temos isso tudo.
Qual o seu problema?
- É que vou casar com meu noivo, de 85 anos, no fim do mês. E nós gostaríamos de saber se podemos deixar nossa lista de casamento aqui,
com vocês...!

E é dedicada à Emièle que anda preocupada com listas de casamentos ;-))

Avarias

De há uma semana para cá (de segunda a segunda) deu para avariar tudo cá em casa. Logo na segunda foi a queixa dos meus "hóspedes" do sótão a dizer que tinham a torneira avariada: e não se contentaram com uma qualquer, foi logo a gigante da banheira!

No dia seguinte, e mais uma vez no sótão, foi a televisão que foi à vida. (uma televisão pré-histórica, sem comando mas com seis canais, que ia cumprindo as suas funções que eram antes da "invasão" fazer-me companhia enquanto passo a ferro). Morreu mesmo, tenho de chamar os "apanha monstros" para a virem buscar...

Quarta-feira avaria a televisão pequenina, a que uso mais porque está na copa, encostadinha à lareira e à cozinha. Mas essa não morreu de vez: ficou no canal 1 da RTP e recusa-se a mudar seja para onde for...
Com a televisão avariada desligou-se de lá o vídeo.
Conclusão: a televisão já muda de canal mas o comando não comanda (e passar para o vinte e não sei quantos que é o FOX sempre a clicar num mini botão não é tarefa fácil!)

Quinta-feira: como os habitantes cá de baixo não são menos que os de lá de cima, avariamos também a torneira da banheira!
Embora esteja para consertar, como não sabemos o tempo que demorará tivemos de comprar uma (outra!) nova...

Na sexta avariou o rato do computador (nem imaginam a ginástica que eu faço sempre que tenho de tentar acertar com a setinha nos botões...)

No sábado avariou o fecho da portada do meu quarto... (aquelas portadas de madeira, com aqueles fechos de cima a baixo)

Hoje avariei eu, de tal maneira que ainda vejo o teclado um bocado ondulante porque as vertigens que apareceram de manhã e gradualmente se transformaram em tonturas, ainda não se foram completamente...
E nem sequer pude aproveitar o dia para pôr os trabalhos em ordem porque nem luz conseguia ver... (ainda estou a pensar se não valerá a pena eu apanhar boleia dos "pega monstros" quando vierem buscar a televisão)

Alguém conhece uma bruxa das boas??
(as bruxas são as más, boas são as fadas e uma tal de Soraia, não é? Balhamedeus que não sei o que fazer!!
Para já sei: é ir com as duas mãos agarrar no ratinho, apanhá-lo distraído, e clicar no "publicar"! Apre!

Uma fotografia por domingo (9)

Para todos e todas que não acreditam que há uma fábrica artesanal de sabonetes em Alte, uma lindíssima aldeia algarvia (daquelas que normalmente não vêm nos mapas) aqui ficam duas provas:

O cartaz à porta

Os sabonetes, que são feitos à base de produtos algarvios: figo (excelentes esfoliantes as graínhas dos figos!), alfarroba, alfazema e muitas outras plantas.

Agora é só irem lá, que o sabonete é mesmo bom!
Quem é amiga, quem é?

Selvagens!

Sempre que pensamos em "povos selvagens" o que nos vem à ideia são os povos tribais da África ou então os índios dos confins da Amazónia, que vivem nus ou seminus, que usam umas lanças enormes para matar os pobres dos animais de que se alimentam...

Mas não, as nossas ideias feitas estão todas erradas: esses são os seres humanos puros porque os selvagens estão no meio de nós, naqueles países a que se estipulou chamar "desenvolvidos" ou "civilizados"!

Os selvagens estão hoje no Canadá a mandar portugueses embora só porque lhes falta um qualquer papel ou a matar focas bebés aos milhares...

Os selvagens estão nos Estados Unidos que invadem países soberanos só porque sim, só porque algures no Iraque vive (?) um gajo muito mau (seria como matar o cão para lhe tirar as pulgas)...

Os selvagens estão na Palestina quando se fazem explodir e levam com eles para a morte dezenas de inocentes...

Os selvagens estão em Israel que responde aos bombistas com ataques ainda mais mortíferos...

Os selvagens estão aqui no meio de nós torturando e assassinando crianças inocentes...

Não sei que mais diga...
Apenas que, contra os selvagens do Canadá há aqui uma petição que podem - e devem - assinar.

(foto da net)

Kinas



Este é o Kinas.
Alguns já o conhecem porque já aqui contei a história dele.
Ou melhor, uma parte dela porque, desde domingo passado há mais um capítulo a acrescentar à sua história.
Um capítulo muito triste.

Apesar de cego, movimentava-se bem por todo o lado, especialmente o pátio, o quintal e o jardim que eram os seus domínios.
O meu jardim tem sebe, o quintal tem um muro alto e ele jamais saiu de casa.
Jamais até domingo.
No domingo de manhã ele tinha desaparecido de casa, não faço ideia como.
Percorremos toda a vizinhança, chamámos, perguntámos, eu sei lá...
Se ele não tivesse nenhuma deficiência podia sobreviver perdido por muito tempo. O pior é que, sendo cego, também não pode caçar nem procurar comida.

Entre as pessoas que ajudam, que dizem que darão notícias se o virem por aí há também pessoas que, não sei porquê, arrancaram os pedidos de ajuda que eu colei nos contentores do lixo das redondezas e na paragem de autocarro.
Tanta maldade para quê?

Amanhã ele faz (faria?) 3 anos...

Prioridades

Na semana passada os alunos do 3.º e 4.º anos da minha escola foram convidados para assistir no Centro Cultural de Aveiro a um concerto da Orquestra Filarmonia das Beiras.
Transporte e concerto seriam oferecidos pela Câmara.
Acontece que, a poucos dias do referido concerto me avisam de que, sim senhor, há concerto mas não há transporte. Teríamos de ir (eu, o meu colega e 35 alunos) num autocarro de carreira normal.
Disse logo que não, que não assumia a responsabilidade de levar tantas crianças num autocarro de carreira normal, que tem outros passageiros que se metem pelo meio das crianças tornado impossível a tarefa de os manter juntos e debaixo de olho.

Só quem não sabe nada do que está a falar é que propõe um disparate destes: apanhar um autocarro com mais de uma hora de antecedência em relação ao concerto (e depois chegar a Aveiro e esperar...) e voltar a esperar mais outra hora pelo autocarro que nos traria de volta.
Basta imaginar 35 irrequietos garotos numa paragem de autocarro tanto tempo!

Eu só queria que a Câmara, quando nos convida para um evento, qualquer que seja, se lembre que as crianças precisam de transporte, de um transporte só para elas, onde os possamos controlar bem para não deixar nenhum em terra...
A segurança nos transportes públicos de que tanto se vai falando, nunca chegou aos ouvidos destas pessoas... (era interessante que alguém viesse ver como se deslocam os alunos das aldeias ao redor de Aveiro quando transitam para o 2.º ciclo!)

Em todas as terras por onde passo vejo camionetas de passageiros a dizer "Câmara Municipal de..." (ou então passam-me elas aqui à porta...)
Parece que só Aveiro é que não tem!


Mas, em contrapartida temos um belo estádio de futebol às moscas!
Prioridades...

O dia do meu pai

Hoje é o dia do (meu) pai.
Eu sei que não comemoro estas datas a não ser por obrigação, lá na escola, mas este dia teve um sabor diferente.
O meu pai está internado desde terça-feira, dia 14, nos HUC onde lhe fizeram uma complicada cirurgia ao coração.
Por muito que não se queira falar ou sequer pensar no assunto, correu risco de vida.
Estar ali, com o coração literalmente nas mãos de outros - embora neste caso "os outros" fossem uma equipa médica muito competente - não é para brincadeiras.

Todos os dias quando saímos de casa não sabemos quando voltamos... não sabemos em que situação voltamos... não sabemos sequer se lá voltaremos a entrar...
Mas, felizmente para a nossa sanidade mental, não pensamos muito nisso.
Mas, quando a saída é para um hospital, para uma cirurgia difícil, o pensamento não nos larga.
Talvez não tenhamos razão nem num caso nem no outro!
Devíamos ser mais ponderados: nem tão optimistas nem tão pessimistas!

Mas hoje é dia do pai.
Eu e a minha irmã oferecemos-lhe um pijama...
Agora que ele está quase a poder passear-se pelos corredores do hospital queremos que o nosso pai ande bonito.
E ele, que não liga nada a estas "datas especiais" (ou julgam que eu sou assim por geração espontânea??) adorou a prenda e ficou comovido.
É uma prenda que ele jamais esquecerá.
E eu também não.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D