Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Rabanadas douradas


Mais um doce típico desta época, e delicioso!

Ingredientes:

300 g de açúcar
1 pão tipo cacete
2,5 dl de água
1 ovo
6 gemas
1 pau de canela
1 casca de laranja
canela em pó qb

Preparação:

Cortar o pão em fatias com a espessura de um dedo.
Levar ao lume um tacho com o açúcar, a água, o pau de canela e a casca da laranja, e deixar ferver 8 minutos.

Bater bem as gemas com o ovo numa tigela.
Passar as fatias de pão por esta mistura e juntar ao tacho.
Cozinhar rapidamente as rodelas de pão, de ambos os lados, para cozer as gemas.

Retirar as rabanadas para um prato e deixar arrefecer.
Servir polvilhado com canela em pó.
Pode-se também regar com a calda que sobrar.

Receita da Teleculinária Gold n.º 27.

...

O nosso presidente falou ao país, em directo.
Não me dei ao trabalho de estar atenta, pois o assunto não me interessava (nem a mim, nem a 99,99% dos portugueses, ou mais...)
E até acho que ele tem todo o direito de vir à televisão fazer as suas queixinhas.
Afinal, na televisão dão voz a tanta gente que não tem nada de importante para dizer!! E este senhor, ao menos, é o presidente da república!

O que me chateia mesmo é que este senhor não tenha tido nada a dizer ao país acerca de, por exemplo, esta história do apoio do governo aos banqueiros bancos ou também não tenha nada a dizer acerca do problema dos professores.

Por mais que me esforce, não entendo estas prioridades!

Pudim de Vinho do Porto

Ingredientes:

200 gr. de açúcar;
6 ovos;
0,5 l de leite;
1 cálice de Vinho do Porto branco;
raspa de 2 laranjas.

Caramelo:
8 c. de açúcar.

Preparação:

Misturam-se os ovos inteiros com o açúcar até ficar um creme homogéneo.
Depois adiciona-se o leite e mexe-se bem.
Acrescenta-se o Vinho do Porto, raspa-se a casca de 2 laranjas e mistura-se tudo muito bem.
Entretanto, numa forma de pudim, leva-se 8 c. de açúcar ao lume até fazer ponto de caramelo (cuidado para não deixar queimar).
Depois de o caramelo arrefecer, verte-se o creme de pudim para a forma e leva-se a cozer, em banho-maria, numa panela de pressão, com 1 litro de água, durante cerca de 30 minutos.
Deixa-se arrefecer e desenforma-se.
Deve servir-se frio.

Boas entradas :)

Festa, outra festa e ainda mais festa!!

Ainda não refeita das festas de Natal (duas! a Consoada e o dia de Natal propriamente dito) todas com imensa comida e ainda mais sobremesas e bebidas, eis que estou a poucas horas da partida para mais outra!
Desta vez, uma festa de casamento!
Corro o risco de chegar ao fim destes dias a rebolar em vez de caminhar!

Quando acabarem as festanças eu apareço a contar novidades!
(se couber na porta!)

Bilharacos

A pedido de várias famílias (cof, cof, cof...) aqui fica a minha famosa receita de bilharacos.
Nem a devia dar assim em público, pois lá se vai o meu exclusivo de dona dos melhores bilharacos do mundo...
Mas pronto, eu não sou nada invejosa e não me importo de a partilhar!

Como os comecei a fazer hoje, ainda não há foto, só amanhã!

para uma abóbora média (cerca de 3 quilos):
1 pitada de sal
raspa e sumo de 1 laranja grande
1 cálice de vinho do Porto
3 ovos
4 colheres de sopa de açúcar
farinha qb (eu uso cerca de 4 colheres)

Cozer a abóbora temperada com uma pitada de sal.
Deixar a abóbora a escorrer num pano, de preferência de um dia para o outro (é onde a minha está neste momento!)

Depois de bem escorrida (eu deixo-a num pano e depois aperto bem o pano até a abóbora perder toda a água) põe-se numa bacia. Mistura-se a raspa e o sumo da laranja, o vinho do Porto e os ovos inetiros. Amassa-se bem com as mãos.
Depois vai-se deitando farinha até obter uma massa consistente, mas não grossa.
Junta-se ainda o açúcar.
Deixa-se levedar 1 ou 2 horas.
Depois fazem-se uns bolinhos, com 2 colheres de sopa, como quem faz pastéis de bacalhau. Se não tiverem paciência, podem fazer simplesmente colheradas, que despejam no óleo bem quente.
Depois de fritos, polvilham-se com canela e açúcar.

Em vez de polvilhar, eu costumo regá-los com esta calda:
10 colheres de sopa de açúcar
10 colheres de sopa de água
casca de 1 laranja (cortada fininha)

Põe-se tudo a ferver durante 4 minutos e regam-se os bilharacos com esta calda.
(neste caso, é melhor pôr os bilharcos numa taça mais funda).
E pronto!
É um doce típico de Natal, que como desde que me conheço por gente.
Já experimentei muitas qualidades de bilharacos, mas os meus são mesmo os meus preferidos.
Amanhã vou fazê-los e depois publico a foto.

Ah, é verdade!

FELIZ NATAL!!

Porque é que ninguém me avisou que este ano o Natal era mais cedo??

Ai não é?
É exactamente no mesmo dia dos outros anos?
Eu nõ acredito!
Porque hoje, segunda-feira a pouco mais de 48 horas da "festa" eu ainda não comprei as prendas mais importantes, ainda não enviei nem um postal de Boas Festas - nem sequer por mail, ainda nem comecei a ver as louças e essas tralhas (e vou ter a casa cheia de gente), ainda não fiz nem uma sobremesa - e está ali uma abóbora gigante para descascar (mas essa tarefa não será minha!!).

Por outro lado, tenho ainda as avaliações dos meus alunos para fazer (e mais uma série de burocracias que têm de ser feitas nesta altura, mas não vou pôr aqui a enorme lista porque para muitas pessoas os professores já estão "de férias"), e ainda vou ter amanhã uma reunião de pais.

Um sufoco!
Posto isto, deixo aqui os meus votos de Boas Festas a todos os que por aqui passem, já que tempo para fazer visistas individuais não vai haver.

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D