Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Rapidinha de segunda (xxxii)

O marido liga para casa a meio da tarde:

- Olá, minha rainha! Como está o teu dia?
- Tudo ótimo....
- Que bom! E as crianças estão bem?
- A brincar sem parar, não te preocupes....
- Ótimo, perfeito! Elas já almoçaram? Alimentaram-se bem?
- Sim! Comeram muito bem! Já fizeram os trabalhos de casa e agora estão a brincar....

- Que bom! conta-me, minha linda, o que vai ser o jantar hoje?
- O teu prato preferido e já meti cerveja no frigorífico....
- Uau! Bife à milanesa e cerveja! É por isso que eu te adoro tanto!
Bom... está tudo tranquilo em casa, então?
- Fica tranquilo que está tudo bem....

- Ah, mais uma coisinha: Tu prometes que, hoje à noite, vais usar aquele babydoll preto para mim?
- Faço tudo para te agradar... E não vou esquecer o perfume de que tu mais gostas.

- Obrigado meu amor! É por isso te amo tanto....
- Eu sei, eu sei....
- Daqui a pouco estou aí contigo meu amor.
- Vou ficar ansiosa à espera....

- Agora faz-me um outro favor... Chama a patroa, sim?

Apple Crumble da Elsa


Vais precisar de:

200 g de farinha
200 g de açúcar
6 maçãs
125 g de manteiga + qb
2 ou 3 colheres de açúcar amarelo
canela a gosto

E faz-se assim:

Mistura-se a farinha com o açúcar e a manteiga (esta mistura faz-se com os dedos para a massa ficar areada).

Descascam-se e partem-se aos bocadinhos as maçãs e vão ao lume com um pouco de manteiga e 2 ou 3 colheres de açúcar amarelo. Deixa-se cozer e polvilha-se com canela no fim.

Coloca-se depois uma camada de massa, as maçãs e outra camada de massa, no recipiente onde se vai servir (que possa de ir ao forno).

Vai ao forno a 180º durante uns 20 minutos, até ficar tostadinha por cima.

Notas:

Há milhentas receitas de crumble de maçã.
Esta é deliciosa e muito simples.
Leva este nome proque a receita foi-me dada pela minha amiga Elsa Uva.

António Lobo Antunes

Hoje jantei tarde, mas foi por uma boa causa: um autógrafo do escritor Lobo Antunes, no novíssimo "Comissão das lágrimas".
Muito simpático, fazia questão de conversar com todas as pessoas a quem dava autógrafos (daí a demora na bicha...)
A mim disse que gostava muito do meu nome, que significa "pérola" e que na família dele há muitas Margaridas (na minha também, disse-lhe eu)...

E foi assim que a janta se atrasou, mas valeu a pena.

Sugestões

recebidas há bocado por mail.
Acho-as muito bem pensadas, principalmente a última:

"Já que colocam fotos de gente moribunda ou morta nos maços de cigarros, porque não colocar também 
  • de gente obesa em pacotes de batata frita e salgadinhos,
  • de animais torturados nos cosméticos,
  • de acidentes de trânsito nas garrafas e latas de bebidas alcoólicas,
  • de gente sem teto nas contas de água e luz,
  • e de políticos corruptos nas guias de recolhimento de impostos?"

Brownies 2

Ingredientes:

250 grs. de açúcar amarelo;
150 grs. de manteiga (Vaqueiro líquida);
4 ovos;
200 grs de chocolate para culinária;
2 c. (de chá) de fermento em pó;
100 grs. de farinha.

Preparação:

Comece por untar e forrar uma forma rectangular com papel vegetal.
Entretanto, derreta 150 grs. do chocolate para culinária com a manteiga, reservando as restantes 50 grs.
Bata o açúcar com os ovos inteiros, misture o chocolate derretido, a farinha e o fermento e mexa bem.
Com uma faca, pique o restante chocolate em bocadinhos e junte-os ao preparado anterior.
Coloque a mistura na forma e leve ao forno pré-aquecido a 170º C durante cerca de 30 minutos.
Retire o bolo do forno e deixe arrefecer antes de cortar em quadrados e desenformar.
Uma sugestão para a noite de Hallowe'en :)

Nota: receita daqui (mais uma!)

Kadhafi

Um ditador do piorio, o homem não era "flor que se cheire"(embora ainda há pouco tempo tenha sido recebido em Portugal com todas as mordomias e todo o respeito pelas suas loucuras extravagâncias).

Apesar de tudo, era escusado terem feito este circo nojento com a sua morte.
Fazer da morte um espetáculo não devia ser permitido...
Por isso muitas vezes acho que a censura na televisão não seria tão descabida como pode parecer à primeira vista.
Quando os jornalistas não têm discernimento, haja alguém que o tenha por eles.

O estranho caso...

do dinheiro que não vale o mesmo, dependendo de quem o tem.

Segundo o nosso primeiro ministro, os cortes nos subsídios, apenas na função pública, devem-se ao facto de estes ganharem mais que os outros trabalhadores.

Vão ficar sem subsídios (de natal e de férias), todos os FP que ganhem mais que a colossal fortuna de 1000 euros.

Eu só queria que o senhor primeiro ministro me explicasse como é que eu - ganhando mais de 1000 euros - ganho mais que o meu vizinho, que, apesar de não ser FP, também ganha mais que 1000 euros...
(até ganha mais que eu, mas simplifico assim para não baralhar o senhor ministro)

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D