Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Serra da Freita

Hoje, feriado de Aveiro, fui novamente passear (rica vida!!).
Entre Vale de Cambra e Arouca fica esta maravilha: chama-se "Frecha da Mizarela".
O rio Caima "acabado de nascer" precipita-se numa queda de mais de sessenta metros.
É lindo!
Mais uma sugestão de passeio que aqui fica...

frecha.jpg
Frecha da Mizarela

No alto da serra há um miradouro (de onde tirei a foto).
Depois a estrada continua numa descida vertiginosa (em 1ª velocidade).
E lá fomos!
Quando chegámos lá ao fundo, não havia saída... Solução: voltar para trás!
Subida maluca, outra vez em 1ª.
Nas curvas é preciso fazer manobras dado o seu ângulo!!
Enfim, quando cheguei cá acima novamente não me segurava nas pernas de tanto tremer!
Se lá forem deixem o carro no miradouro, façam os percursos pedestres e vão com tempo...

serradafreita.jpg
Assim termina a estrada! E nada a avisar!

É também nesta zona que ficam as famosas "pedras parideiras", mas dessas eu falo outro dia... Hei-de lá voltar com mochila e farnel e umas boas sapatilhas para andar A PÉ!

Lanche na Serra


serra.jpg

Hoje fomos (eu, o marido e o carro novo) lanchar à Serra da Estrela.
Ainda havia por lá uns restinhos de neve, como a foto comprova!
À vinda passámos por uma terra chamada Tourães que vai ter uma festa em honra da Nossa Senhora da Tosse!!!
É caso para dizer que há santas para tudo...

E a serra estava linda!

serra2.jpg

Blog dos tops ou tops do blog?

Hoje e ao contrário do costume entrei aqui pelo SAPO. Não pude deixar de reparar na tabela do top e como nunca tinha visto o blog que estava em primeiro lugar (e nem tinha nome pornográfico nem nada...) resolvi ir "cuscar".
Qual não foi o meu espanto ao ver um blog "normal" (li de viés, mas não tem nada de especial) no primeiro lugar do top.
Pensei cá com o meu fecho éclair: "deve ter muitos comentários" e como o blog é pequenino dei-me ao trabalho de os contar: 45 (isso mesmo, quarenta e cinco!), no total!!
Nunca me meti em discussões de tops, primeiro porque não tenho pretensões a lá figurar e também porque não me interessa por muitos motivos, mas o mais importante para mim é a má "vizinhança" de pornografia disfarçada de blog.
Já tinha lido por aí muitos comentários de gente a queixar-se mas nunca me meti no asunto. Mas hoje e perante aquilo que vi não posso deixar de concordar com aqueles que dizem que este top é tudo menos transparente...
E deixava um recado ao SAPO que até é um bichinho simpático: das duas uma, ou deixam de fazer o "top" ou deixam de ser desonestos...
Tenho dito! Boa noite!

Sugestão de passeio

riaAveiro.jpg

Quando não tiverem onde ir, a Ria de Aveiro é uma boa escolha...
Mas não se fiquem pela cidade!
Este bocadinho de ria fica à entrada da vila de Vagos.
Se lhe quiserem ver o fim ainda terão mais uns 30 quilómetros até à Praia de Mira, onde por fim termina.
Vão por mim que vale a pena!

A Águia e a Coruja

Quando era miuda tinha esta fábula no livro de leitura e sempre a achei um bocado cruel! Lembro-me de ficar cheia de pena das corujinhas...
Hoje resolvi publicá-la porque acho que é uma homenagem a todas as mães, pois todas somos um bocado (ou muito) mães corujas, como a da fábula. Os nossos "rebentos" são sempre os mais lindos, os mais inteligentes, os mais tudo!
Por isso, CUIDADO COM AS ÁGUIAS!!


A Águia e a Coruja

A coruja encontrou a águia, e disse-lhe:
– O águia, se vires uns passarinhos muito lindos num ninho, com uns biquinhos muito bem feitos, olha lá não mos comas, que são os meus filhos.
A águia prometeu-lhe que os não comia. Foi voando e encontrou numa árvore um ninho de coruja, e comeu as corujinhas.
Quando a coruja chegou e viu que lhe tinham comigo os filhos, foi ter com a águia, muito aflita:
– O águia, tu foste falsa, porque prometeste que não me comias os meus filhinhos, e mataste-mos todos!
Diz a águia:
– Eu encontrei umas corujas pequenas num ninho, todas depenadas, sem bico, e com os olhos tapados, e comi-as! Como tu me disseste que os teus filhos eram muito lindos e tinham os biquinhos bem feitos entendi que não eram esses.
– Pois eram esses mesmos, disse a coruja.
– Pois então queixa-te de ti, que me enganaste com a tua cegueira.

Desditas de uma bloguista iniciante

Olá!! Se ontem tentaram vir ao meu blog (estou a falar para os meus quatro ou cinco visitantes mais assíduos) decerto repararam que ele primeiro "parecia inchado" como dizia o Dario... depois... puff... desapareceu!
E tudo porque eu entendi que também tinha direito a um boneco (uma raposinha simpática) que tentei "enfiar" na coluna lateral desta coisa!
Primeiro fiz a experiência na "Bruxinha" (que agora tem um relógio!!!) e correu tudo bem. Depois com a tentativa de "meter" aqui a raposa é que foi o descalabro!
Dei tantas voltas no html que o blog se chateou e desapareceu!
O meu marido ainda me aturou até às duas da manhã (agora os entendidos nisto vão-se fartar de rir, mas não faz mal...) a DITAR o código html!
Depois ele desistiu e eu fiquei (acho que já tinha dito que sou teimosa!).
Lá por volta das três da manhã o blog reapareceu mas com um aspecto deplorável! Todo desconfigurado, metia dó!
Já passava um bocado das três quando tive uma ideia luminosa: criar um novo blog e fazer "copy/past" das tripas do novo para este.
E pronto! Reapareceu o meu bloguito!
Agora aqui está, muito pobrezinho, sem links, sem nada, (sniff), mas ele vai melhorar!
Ontem dizia que não queria saber mais disto, que ficava mesmo assim, mas hoje já andei à procura de um livro que ensine destas coisas a principiantes...(mas não achei...)
Aqui fica a explicação por eu ontem não ter visitado ninguém, nem ter escrito nada.
Quero agradecer o "apoio moral" através do MSN ao Dario e ao Mário. São umas jóias sem preço!!

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D