Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Mousse de chocolate

Esta é a mousse de chocolate que faço há tantos anos que nem faço ideia onde a aprendi a fazer.
É uma verdadeira maravilha, de comer e chorar por mais!!

Ingredientes:

6 ovos
1 tablete de chocolate de culinária (200 g)
1 colher de sopa de manteiga
5 colheres de sopa de açúcar

Preparação:

Derreter o chocolate em banho-maria (ou em lume muito brando com um bocadinho de leite).
Ao chocolate derretido juntar a manteiga e mexer.
Depois juntar o açúcar e mexer bem até tudo ficar uma mistura homogénea.
Juntar em seguida as gemas batidas e passadas por um coador.

Finalmente, bater as claras em castelo bem firme e juntar os dois preparados, envolvendo bem, sem bater.
Deitar para uma taça e levar ao frio, de preferência de um dia para o outro.

Notas:
Se quiserem que a mousse renda mais ou fique menos enjoativa, podem pôr na taça primeiro uma camada de palitos la reine embebidos em café quente e açucarado.

(pormenor tentador, onde se podem ver as bolachas...)

O

Foi hoje anunciado, com muita pompa, circunstância e publicidade qb, o "nascimento" do Magalhães.
Ainda não sei se é bom ou mau.
Ainda falta saber muitos pormenores como, por exemplo, se a "generosa oferta" vai ser envenenada com alguma obrigação de fidelização à internet...

Quem trabalha nas escolas, directamente com os alunos, sabe que a Acção Social Escolar é tudo menos justa.
Se num agregado familar de 4 pessoas (pai, mãe e 2 filhos) houver 2 ordenados (mesmo que seja o ordenado mínimo) já não têm direito a subsídio nenhum!
Um casal com 1 filho, mesmo que só um dos pais trabalhe, também já não tem direito a nada...
Por outro lado, gente que nada faz, mas desde que receba o rendimento mínimo, tem direito a todos os subsídios e mais alguns!!

Há injustiças terríveis nesta história dos subsídios, que agora vão ser ainda mais agravadas com a distribuição dos computadores.
Vai custar-me imenso ver crianças inteligentes e interessadas sem computador porque os pais não lho podem comprar, e, por outro lado, ver serem dados computadores a quem não se interessa pela escola, a quem tem mais faltas que presenças, a quem tem direito a tudo sem nada dar em troca!!!

Abrançalha-de-Baixo é Portugal??

A julgar pelo que vi hoje na televisão, não deve ser... (felizmente!)
Se não, para que seriam precisas legendas para ficarmos a saber o que aquelas cândidas mulheres diziam?

Fiquei estarrecida: primeiro, por aquelas pessoas serem tão ignorantes, mas tão ignorantes que nem falar sabiam. Para entender o que diziam, só através das legendas.
Depois, pelo que diziam e como o diziam!
Que os rapazes eram uns santos, não tinham armas nem faziam mal a ninguém (no entanto, um homem entrevistado dizia que as pessoas, lá na aldeia, tinham medo daquele grupo!)
Quanto ao polícia alvejado, gravemente ferido, foi, segundo a tia, alvejado por outro polícia!
O polícia queria alvejar a irmã da entrevistada, mas ela "baixou-se" e a bala foi acertar no polícia!

(a mim sempre me pareceu fácil fugir de um tiro e afinal é mesmo!!)

Deprimente haver gente assim!
E essa gente até deve votar!!!

(eu sei que não estou a ser politicamente correcta e que toda a gente tem direito a existir e blablabla... mas às vezes apetece mesmo desbobinar!!)

Bolo de Canela e Mel

Ingredientes:
6 ovos;
200 gr. de açúcar (usei 175 gr.);
4 c. de sopa de azeite muito fino;
250 gr. de farinha;
1 c. de sobremesa de fermento em pó;
2 c. de sopa de mel;
1 dl de leite;
1 c. de café de canela;
manteiga e farinha para a forma.



Preparação:
Bata as gemas com o açúcar peneirado.
Adicione, em fio, o azeite, o mel e o leite.
Incorpore depois, aos poucos, a farinha misturada e peneirada com o fermento, alternando com as claras previamente batidas em castelo.
Mexa tudo muito bem.
Aromatize com a canela e volte a mexer até ficar um creme homogéneo.
Deite a massa numa forma barrada com manteiga e polvilhada com farinha.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º, durante cerca de 40 minutos.
Desenforme depois de frio.
Bom apetite!


Tarte de Natas com Aroma de Limão


Ingredientes:
Massa
  • 150g de manteiga

  • 150g de açúcar

  • 1 ovo

  • 300g de farinha

Recheio

  • 6 ovos

  • 1 lata de leite condensado

  • 7dl de natas

  • Raspa de 1 limão

  • 2dl de leite meio gordo
Preparação:
Para a massa, misture a manteiga com o açúcar e amasse muito bem. Junte o ovo e a farinha. Leve a massa ao frio, por 30 minutos. Retire e estique-a em cima de uma mesa previamente polvilhada com farinha. Forre uma forma redonda com 23 cm de diâmetro.

Para o recheio, junte os ovos com o leite condensado e as natas frias. Aromatize com a raspa de limão e por fim acrescente o leite. Mexa energicamente o preparado e verta-o para a forma.

Leve a cozer, a 190ºC, por cerca de 50 minutos. Retire depois de cozido e deixe arrefecer.

Se quiser pode pincelar com geleia de marmelo, ligeiramente aquecida, para dar brilho à tarte e decorar com rodelas de limão.

E pronto...bom apetite!

Guerra de sexos?

Cada vez que me queixo "não tenho nada que vestir" ou a variante "não tenho nada que calçar", responde o marido com aquela retórica do "as mulheres, blablabla".
Arranja logo um rol de defeitos tão grande que eu às tantas o calo com um "se as mulheres são tão chatas e os homens são assim tão formidáveis porque não casaste com um homem?"

(e ele até me diz porquê, eu é que não posso escrever aqui!)

Agora que estamos a "viver" no sótão, não posso deixar de lhe dar razão!
No meu cantinho do quarto está o meu calçado:
  • 2 pares de chinelas "havaianas"
  • 2 pares de sabrinas

  • 4 pares de sandálias

  • 1 par de ténis

Gelado do Goucha

Ontem, durante as minhas "arrumações de Verão", achei esta receita que deve ter muuuuitos anos (a julgar pelo papel onde estava escrita, nas costas uma ficha de 1.º ano, no tempo em que eram feitas ainda com papel químico!!)
Tinha-lhe chamado "Gelado do Goucha" e é assim que vai ficar a chamar-se.
Deve ser uma receita do tempo em que Manuel Luís Goucha fazia na televisão programas realmente interessantes, em vez desta miséria que faz agora na TVI!

Ingredientes:

200 g de bolachas com cobertura de chocolate (usei Filipinos)
1 lata de leite condensado
4 dl (2 pacotes) de natas

Preparação:

Esmagar as bolachas dentro de um saco, usando o rolo da massa.
Juntar às bolachas moídas o leite condensado e mexer.
Bater as natas em chantilly (sem açúcar) e juntar ao preparado anterior, envolvendo delicadamente.
Pode enriquecer-se este gelado acrescentando miolo de amêndoa grosseiramente ralado.

Deitar numa forma passada por água fria e levar ao congelador de um dia para o outro.
Depois de desenformado pode decorar-se com chantilly.

Notas:

Não consegui desenformar o gelado, por isso teve de ser tirado com aquelas colheres de tirar gelado.
Não "enriqueci" a receita nem com amêndoas nem com chantilly.
É muito bom!!

PS: foto só amanhã, tenho de me ajeitar a fazer uma bola linda!!

O fabuloso mundo dos blogs de culinária...

Pouco tempo depois de ter começado este blog, fiz também um de culinária.
Copiava para lá algumas receitas que via por aí, e mais nada.
Aquilo estava para lá ao abandono até que, em Março deste ano, resolvi mudá-lo para o blogger e reactivá-lo.

Com a primeira receita, começaram logo os comentários.
Atrás dos comentários, fui descobrindo um mundo que desconhecia: o dos blogs de culinária.
Que, ao contrário do que imaginava, são imensos!!
E interessantes: todos os que conheço, não se limitam a copiar receitas de revistas ou caderninhos, não.
Toda a gente publica, com fotografias (às vezes imensas, como se se tratasse de uma receita filmada, e maioritariamente com excelente qualidade) só as receitas que vai experimentando. Este pormenor torna estes blogs diferentes de um vulgar livro de receitas. Depois ainda há as achegas que chegam através dos comentários, o que torna estes blogs deveras interessantes!!

Desafio-vos a fazer uma visita à
Bruxinha do Lar, e de lá podem partir para imensos blogs através dos links que lá tenho.
Outra ideia muito interessante é a página das
Cozinhas do Mundo.
Nesta página existe um motor de busca que permite procurar uma determinada receita em todos os blogs aderentes. Até agora nunca procurei uma receita que não encontrasse!

Aproveitem as férias e...bons cozinhados!


Pág. 1/4

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D