Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

No rescaldo das eleições quero,

antes de mais, dedicar a foto do post anterior ao PS, com muito carinho.

E ainda, apesar da Manuela Ferreira Leite andar a dizer que o PSD ganhou por causa dela, eu acho que está ligeiramente enganada e deveria antes dizer que o PSD ganhou apesar dela...

Mas gostei imenso do resultado destas eleições.
É impagável o prazer que senti ao ver a cara do Sócrates e mais tarde a da Maria de Lurdes.
Pode ser que agora comecem a contar melhor quantos professores estavam nas manifestações!!

O que tem a dizer Luís Villas-Boas?

Não estava com atenção suficiente à televisão para ter percebido todos os detalhes, mas o que percebi é suficiente: há uma criança com 2 anos que tem pai, mãe, tios e avós que o querem e, apesar disso, está numa lista para ser adoptado.
A mãe teve-o aos 13 anos e - não percebi bem como, mas sei que à revelia dela - o bebé foi parar a Faro ao refúgio Aboim Ascenção.
Luís Villas-Boas, pelo que dizem a mãe e a tia da criança, mostrou-se, neste caso, muito pouco preocupado com "os superiores interesses da criança" tendo até negado à mãe o direito de ver o filho.
Quanto a Villas-Boas aparece aqui porque, ao que diz a mãe, nunca facilitou a sua aproximação ao filho. O que é estranho atendendo ao mediatismo deste senhor em casos semelhantes, mesmo aqueles que ele nem deve conhecer bem.

Estes casos mal resolvidos com crianças estão a ser demasiados, por isso presumo que algo vai mal nos tribunais onde estes assuntos são tratados.

A avaliação dos professores (ainda!)

Disse aqui, algumas vezes, que este sistema de avaliação de professores não foi bem aceite (nem mal, já que está parado), principalmente porque os professores não reconhecem, de um dia para o outro, autoridade num colega que toda a vida foi "colega" e de repente passa a "superior hierárquico".
Isto para não falar na sobrecarga de trabalho de professores que passariam a acumular o trabalho normal com o de avaliador (e, disparate dos disparates, enquanto assistiam às aulas dos colegas teriam de deixar a sua turma entregue a um colega de mais "fraca qualidade" - já que os titulares, segundo a ministra, são "os melhores e mais bem preparados").

Agora, ao fim deste tempo todo, vem a CCAP*, dizer que, afinal,

"actualmente, muitos [professores] não possuem experiência, competência nem perfil para avaliar os colegas, como prevê o modelo de avaliação."

"Outros problemas e "tensões", acrescenta, [Alexandre Ventura, presidente da CCAP)] advêm ainda de alguns avaliados não reconhecerem competências pedagógicas aos avaliadores.

"Os professores avaliadores devem fazer uma nova formação de médio ou longo prazo ao nível do ensino superior."

E só agora repararam??

* Conselho Científico para a Avaliação dos Professores.

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D