Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Aldeanos



Ingredientes:

150 g de farinha
150 g de amêndoa torrada moída
150 g de gila escorrida
100 g de margarina
60 g de açúcar
5 ovos
2 dl de café
10 g de fermento em pó
margarina para untar
caixinhas de papel

Preparação:

Numa tigela bater os ovos com o açúcar, depois juntar a amêndoa, a farinha com o fermento e a gila. Envolver.
Juntar depois a margarina derretida e o café e voltar a envolver.

Verter a mistura para forminhas untadas com margarina e levar ao forno a 180º durante cerca de 20 minutos, ou até ficarem douradinhas.

Retirar do forno, deixar arrefecer, desenformar e colocar em caixinhas de papel.

Notas:

Esta receita foi retirada de um suplemento da Teleculinária. Chama-se "Mapa dos sabores" e é normalmente dedicado a regiões ou confrarias.
Esta receita faz parte da revista dedicada ao Montijo.
A foto da receita mostra uns bolinhos tipo queijadas, enquanto que os meus ficaram mais parecidos com queques.
Procurei na net e na página da Câmara Municipal do Montijo está também a receita, dada pela mesma pessoa (D. Zulmira, da pastelaria Searinha) e a receita é diferente...

Se alguém souber como é realmente esta receita, que me diga ok?
Quem sabe até a própria da D. Zulmira apareça por aqui e esclareça!

Até que enfim!

Provou-se (especialmente para aqueles que achavam que os professores tinham reivindicações injustas e que a tenebrosa ministra estava cheia de razão) que não era bem assim:
as reivindicações dos professores eram mais que justas e podiam perfeitamente ser postas em prática.
Havendo boa vontade e bom senso de parte a parte, tudo é possível.
Não se pode é negociar com gente que chama "professorzecos" aos professores, não se pode negociar com gente que diz "Quando se dá uma bolacha a um rato a seguir ele quer um copo de leite"... enfim, não se pode negociar com gentinha!

Está então tudo bem?
Não, claro que não. Há ainda muito a fazer, mas lá chegaremos... Digo eu, que sou optimista.
Há ainda muita tralha que atrapalha, como escreveu o professor Ramiro.

Pelo menos já se deu o primeiro passo. E todas as grandes caminhadas começam assim.

"Sai da minha cadeira!"

Tinha a televisão ligada (como sempre) mas nem estava a prestar atenção, até que uns ruídos mais estranhos me fizeram olhar.
Estava uma miúda no programa (da Fátima Lopes), cujos pais estavam a ser entrevistados.
A miúda estava sentada numa cadeira, no meio dos pais, e mexia no microfone (daí os barulhos).
A Fátima Lopes bem lhe dizia para ela não mexer, mas ela não se incomodou nada com isso - e nem os pais.

Às tantas a garota abandona o local e o pai, a pedido da Fátima Lopes, senta-se na cadeira de onde ela saiu. Depois chegam outras pessoas e as cadeiras ficam todas ocupadas.
Entretanto, a menina regressa, dirige-se ao pai, e diz-lhe num tom autoritário:
-"sai da minha cadeira!"

E não é que o pai saiu?

E depois querem que a gente na escola os consiga educar?

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D