Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Vou repensar as minhas paixões...

Adoro (ou adorava?) passarinhos de todas as raças e qualidades (a minha viagem de sonho é à Amazónia).
Sou capaz de ficar horas a observar os pássaros. Acho-os lindos e fofos e apaixonantes e espertos e tudo, tudo, tudo.
Incomodam-me as gaiolas e nem gosto de estar em casa de pessoas que tenham pássaros engaiolados.
Já tentei salvar muitos, dos que me aparecem por aqui caídos dos ninhos ou nas garras de um gato. Trabalho (quase) inglório, só consegui salvar um. :(

Mas agora, bem, agora estou a pensar em repensar (?) as minhas paixões, depois do que aconteceu aos meus ricos  mirtilos...
A mim, que só tenho um arbusto de mirtilo, que reguei com tanto carinho, que todos os dias visitava e apreciava a maturação dos pequenos frutos (tipo Principezinho com a sua roseira)!

Pois ontem tinha tudo depenado (não podia escolher melhor palavra)!
Não é que os safadinhos dos bichos-de-penas-vulgo-melros me comeram os mirtilos?

Grrrrrrrr!



Eis a prova do crime!

Clafoutis

Na época das cerejas, essa fruta maravilhosa (eu adoro!), há que aproveitar para fazer esta sobremesa, tipicamente francesa.



Vais precisar de:

500 g de cerejas*
3 ovos
100 g de açúcar
100 g de farinha de trigo tipo 65 Espiga
1 colher de café de fermento (mal cheia)
1 colher de sopa de manteiga derretida

E faz-se assim:

Começa-se por untar a forma ( a forma é a que vai também à mesa) e polvilhar com farinha.
Num recipiente bater bem os ovos com o açúcar até obter um creme fofo e esbranquiçado.
Envolver a farinha peneirada com o fermento e, de seguida, envolver os ovos com uma vara de arames.
Por fim, envolver a manteiga derretida e deitar para a forma.

Espalhar as cerejas por cima do preparado e levar ao forno a 180º, durante cerca de 20 minutos.
Retirar, depois de cozido, deixar arrefecer e polvilhar com açúcar em pó.


Linda, não é?

* utilizam-se as cerejas com caroço.?

Notas:

Há várias receitas de Clafoutis, com alguma diferença umas das outras.
Um dia destes experimento outra...
Receita retirada da revista Lusitana/Branca de Neve.

Tarte de Queijo e Morango

Ingredientes:

1 embalagem de massa quebrada (ou folhada);
1 embalagem de queijo-creme light para barrar (250 g);
4 c. (de sopa) de açúcar mascavado escuro;
3 ovos;
2 chávenas de morangos cortados em pedaços pequenos;
açúcar em pó q.b.

Preparação:

Numa tigela, juntar o queijo, as gemas e o açúcar, batendo bem até obter uma mistura volumosa.
À parte, bater as claras em castelo firme e envolvê-las depois no preparado anterior.
Desenrolar a massa quebrada, mantendo o papel vegetal, e forrar uma tarteira, picando o fundo com um garfo.
Verter a mistura para dentro da tarteira e dispor os morangos na massa.
Levar a cozer a forno pré-aquecido (180ºC) durante 20 minutos.
Passado esse tempo, desligar o forno e manter a tarte lá dentro por mais 5 minutos.
Retirar a tarte e deixar arrefecer à temperatura ambiente.
Levar ao frigorífico no mínimo 2 horas antes de servir.
Antes de cortar em fatias, polvilhar com açúcar em pó a gosto.

Nota: mais uma 'roubada' daqui

Ma(n)donna

Ontem fiquei parva, quando ouvi na televisão as exigências que a senhora dona Ma(n)donna tinha para a sua atuação em Portugal...
Se fosse só exigir um espaço decente, mas não: ela vai acartar as suas mobílias, cama e colchão incluídos!
Será que pensa que nós ainda dormimos em esteiras ou colchões de palha?

E depois, a cereja no topo do bolo: as flores que exigiu para o seu camarim (rosas e não sei mais o quê) têm de ter o pé da medida exata que ela escolheu! Isto não é de doidos?

Se fossem todos como eu, ela ia cantar mas era para o duche e olha lá...

Scones com Canela


Ingredientes:
(para 12 unidades)

225 g de farinha de trigo;
1 c. (de chá) de fermento em pó;
2 c. (de sopa) de óleo;
1 c. (de chá) de canela em pó;
100 g de açúcar branco (aromatizado com pau de canela);
1 pitada de sal;
90 ml de leite magro;
1 ovo batido.

Preparação:

Numa taça, misturar todos os ingredientes, envolvendo bem até a massa se despegar das paredes da taça.
Tender bolinhas, não muito grandes e do mesmo tamanho, colocando-as num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Levar a cozinhar a forno pré-aquecido a 180ºC, durante 10-12 minutos.
Podem ser servidos com manteiga ou compotas, acompanhando um cházinho.

Nota: mais uma receitinha do paracozinhar.blogspot.com

Rapidinha de segunda

Um bêbedo entra num autocarro e desata numa grande gritaria:

- Estes maricas aqui à minha frente são todos rotos! Os desgraçados aqui atrás são todos cabrões!
Os merdas aqui ao meu lado são todos filhos da p***!

O motorista, indignado com a conversa, faz uma travagem brusca, as pessoas desequilibram-se, levanta-se um passageiro, agarra o bêbado pelos colarinhos e ameaça:

- Quem é roto e cabrão aqui?

Responde o bêbado de mansinho:
- Não sei. Agora, com a travagem, misturou-se tudo...

Cheesecakes Individuais

Ingredientes:
(4 doses)
1/2 embalagem de bolacha torrada;
3 c. (de sopa) de Vaqueiro líquida;
1 embalagem de queijo-creme para barrar light (250 g);
1 iogurte natural açucarado (100 g);
gotas de sumo de limão q.b.;
2 folhas de gelatina incolor;
doce de mirtilo q.b. (ou outro do seu gosto)
Preparação:
Coloca-se as folhas de gelatina de molho em água fria.
Tritura-se a bolacha no robot de cozinha.
Numa taça, mistura-se a bolacha com a manteiga até estar bem incorporado.
Forra-se o fundo das tacinhas (usei copos) com esta massa e leva-se ao frigorífico a solidificar.
Entretanto, prepara-se o creme: bate-se o queijo-creme com o iogurte e as gotas de limão até obter uma consistência firme.
Dissolve-se as folhas de gelatina num pouco de água quente e mistura-se ao creme, batendo mais um pouco.
Divide-se o creme pelas tacinhas e vai de novo ao frigorífico (no mínimo duas horas) para ficar firme.
No momento de servir, deite colheradas (deitei 2 a 3 colheres de sobremesa em cada copo, mas pode ser mais ou menos, consoante o gosto) de doce de mirtilo sobre o creme e sirva de imediato.
Nota: receita do blog da São

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D