Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Molotof

Ingredientes:

10 claras (usei 9);
10 c. (de sopa) de açúcar branco (usei 9: a medida é 1 c. de sopa para cada clara);
gotas de limão q.b.;
caramelo q.b. (usar de comprar ou levar açúcar branco ao lume com um pouco de água, consoante a textura que se desejar; para acrescentar às claras, convém que seja mais líquido);
margarina q.b.;
amêndoa laminada torrada q.b.

Preparação:

Bater as claras em castelo firme.
Incorporar o açúcar e algumas gotas de limão, continuando a bater até obter um merengue consistente.
Acrescentar caramelo a gosto, envolvendo no merengue.
No fundo duma forma com buraco, colocar o caramelo até cobrir bem o fundo.
Untar a lateral da forma com margarina e verter o merengue para o interior, alisando no topo.
Colocar a forma num tabuleiro com água até meio (para cozer em banho-maria) e levar ao forno a 180ºC durante 10 minutos (contar 1 minuto por cada clara).
Decorrido esse tempo, desligar o forno e deixar o molotof a arrefecer dentro do forno, sem abrir.
Retirar do forno e deixar na forma algum tempo antes de desenformar com cuidado para um prato de servir.
Se desejar, poderá torrar um pouco de amêndoa laminada (numa frigideira anti-aderente e sem adicionar qualquer tipo de gordura) e polvilhar o molotof antes de servir.

Nota: como podem ver pela foto, o caramelo que adicionei às claras foram insuficientes, pois ficou muito claro; além disso, 'rachou' ao desenformar, mas estava muito saboroso :)

Mais um inocente morto

e outro prestes a morrer.
Mais uma vez, uma criança e um cão!
Já repararam que são os únicos não culpados destas tragédias que morrem?

E "dar uma voltinha" pelos apartamentos da gente que vive de subsídios do estado e ainda sustenta cães de grande porte? E também dos que têm cães grandes em apartamentos?
E confiscar-lhes os cães?

De preferência antes que morresse mais alguém... Não era boa ideia?

Trouxinhas de Chocolate & Amêndoa

Ingredientes:

massa filo;
chocolate preto (ou outro a gosto);
amêndoa laminada;
margarina derretida.

Preparação:

Forrar um tabuleiro com papel vegetal e reservar.
Cortar a massa filo em quadrados.
Dispor um quadrado de massa filo no tabuleiro, pincelar com margarina derretida e sobrepor outro quadrado de massa filo, seguindo o mesmo processo.
No centro, colocar 3 quadrados de chocolate preto e polvilhar com um pouco de amêndoa laminada.
Cobrir com um quadrado de massa filo, pincelando com margarina e colocar outro quadrado de massa filo, também este bem pincelado com margarina, selando bem em toda a volta, particularmente nos cantos.
Proceder da mesma forma até esgotar os ingredientes.
Levar ao forno a 180ºC entre 5 a 10 minutos, apenas para dourar um pouco a massa.
Servir morno.

Nota: esta receita foi elaborada para aproveitar um resto de massa filo que tinha sobrado das natinhas (receita a ser publicada ainda este mês). Não menciono quantidades, pois depende do que tiver à mão e para quantas pessoas é (contar uma trouxinha por pessoa).

Tarte de Coco e Limão


Ingredientes:

1 rolo de massa quebrada;
150 g de margarina (light) à temperatura ambiente;
150 g de açúcar amarelo;
4 ovos;
raspa de 1 limão;
sumo de 1 limão;
75 g de coco ralado;
1 iogurte natural;´
1 c. (de chá) de extracto de baunilha;
açúcar em pó q.b.

Preparação:

Bater a margarina com o açúcar até ficar cremoso.
Adicionar os ovos, um a um; de seguida o iogurte, o extracto de baunilha, o sumo e a raspa de limão e o coco.
Verter o creme para a tarteira, previamente forrada com o círculo de massa quebrada, e levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante 25 minutos (apenas até a superfície ficar ligeiramente dourada, pois o recheio endurece em contacto com o ar).
Retirar do forno e deixar arrefecer completamente.
No momento de servir, polvilhar com açúcar em pó a gosto.

Nota: receita adaptada da cozinha da Ameixinha (como podem ver pela foto, a minha tarte ficou mais acastanhada do que dourada, por isso, convém porem o olho decorridos 15 a 20 minutos de cozedura, uma vez que também depende um pouco dos fornos...).

(continuação)

Dia quatro -
(eu não disse que isto era para continuar? Pareço bruxinha!)

Faço parte de um (de muitos, aliás) grupo de trocas e compras e vendas e procuras de livros no facebook.
Tinha pedido lá ajuda para achar o livro "Aquela nuvem e outras" de Eugénio de Andrade.

(um aparte para rir: este livro faz parte dos livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura e é de leitura obrigatória para os alunos do 1.º ano. Mas... tal como a maior parte dos livros recomendados para o 1.º ano, encontra-se esgotado nas livrarias! Acreditam?)

Continuando:
Uma amiga "virtual" do Facebook, a Teresa Carvalho, não só me conseguiu arranjar o livro como ainda mo ofereceu!
Vai daí, hoje a carteira trouxe-me mais uma prenda!!

Digam lá se não hei-de estar ansiosa por amanhã?

Começar o ano sempre a ganhar!

Já lá vão 3 dias e ainda não falhei um!

Dia um - catrapumba! - calha-me o euromilhões!
(são nove euros e um cêntimo - e ainda para dividir por 5 apostadores! - mas ganhei, caramba!)

Dia dois - aparece-me à porta um senhor com uma encomenda (encomenda? mas eu não encomendei nada!). Que sim, que era para mim, nome, confirma-se, morada, confirma-se... e vai de deixar cá em casa uma máquina de café!!
(depois fiquei a saber que a ganhei por ter feito um like na página da Sical. Bendito like!)

Dia três - tenho uma colega que confeciona raivas e outras bolachinhas, e já lhe tinha pedido que, quando pudesse, me fizesse umas quantas. Vai daí, ela hoje trouxe - e ofereceu-me - uma saquinha com as várias bolachinhas das variedades que fabrica (e já marcharam quase todas, e são todas boas, as raivas e  as telhas e as de canela e as outras que não sei como se chamam...).

Estou em pulgas para saber o que me reserva o dia quatro!

Bolachinhas de Canela

Ingredientes:
(dependendo do tamanho/formato das bolachas, dá para cerca de 30-40 unidades)

2 ovos;
100 g de margarina (light);
100 g de açúcar amarelo;
1 c. (de sopa) de canela em pó;
350 g de farinha de trigo.

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 200ºC.
Misturar todos os ingredientes muito bem até obter uma massa que se despegue das paredes da taça.
Numa superfície enfarinhada, esticar a massa com a ajuda do rolo e usar os cortadores para moldar as bolachinhas como desejar (usei cortadores alusivos à época natalícia).
Colocá-las num tabuleiro forrado com papel vegetal, devidamente separadas entre si.
Levar a cozer cerca de 12 minutos.
Retirar, deixar arrefecer sobre uma grelha e guardar numa caixa hermética ou lata depois de totalmente arrefecidas.

Nota: receitinha daqui

(mais um miminho deste natal :D )

Pág. 2/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D