Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

A minha ida ao psiquiatra

Antes que comecem a pensar que resolvi passar as férias a visitar médicos, tenho de avisar que a história que vou contar se passou há muuuito tempo.

Mais precisamente no dia 4 de Setembro de 1999.

Andava cansada, em baixo de forma e também, como todos os anos por essa altura, apavorada com as colocações, que eram sempre nos primeiros dias de Setembro.
Como o médico de clínica geral não estava, resolvi ir ao psiquiatra... (é tudo a mesma coisa, não é?)
Ao contrário da cardiologista desta semana, a consulta demorou bastante tempo...
A primeira coisa que ele me perguntou foi "idade?" e eu respondi "29, não... 30!"
E ele meio ríspido "não sabe a sua idade?"
"fiz anos ontem, ainda não me habituei à nova idade"

E a consulta continuou com imensas perguntas.
Às tantas pergunta-me quais são os meus hábitos alimentares.
Eu respondi que eram normais, comia de tudo, gostava de quase tudo.
Ele não se deu por satisfeito e pediu-me "diga-me tudo o que comeu ontem, desde que se levantou até que se deitou."
E eu lá disse o que tinha comido ao pequeno almoço, a meio da manhã, ao almoço, ao primeiro lanche, ao segundo lanche, ao jantar...
E rematei "e antes de me deitar, aí por volta da 1 da manhã, comi 2 fatias de melão"
"Melão? Comeu melão à noite?
Olhe que já ouvi muitas coisas, mas nunca tinha ouvido nada assim!"
E disse isto algumas vezes com o ar mais espantado e escandalizado e eu sei lá quê do mundo!
Se eu lhe tivesse dito que comia cobras, lagartos, gafanhotos ou até carne humana ele não teria ficado mais escandalizado!
Eu fiquei ali a olhar para ele, até lhe passar o ataque de fúria...

E pronto, foi assim a minha primeira ( e última) visita ao psiquiatra...
Passou-me uma receita não faço ideia de quê porque a deitei fora em vez de a aviar.
Passados uns dias, quando fui ao meu médico que já me conhecia de outros carnavais perguntei-lhe:
"doutor, é grave comer melão antes de dormir?"
Ele riu-se e disse que não, mas ficou a olhar para mim com ar de quem estava a pensar "não será melhor mandar esta menina a um psiquiatra?"

(este post é dedicado ao cusco do AFlores, ele sabe porquê!!)

E agora está mesmo na horade ir comer uma ou duas fatias de melão fresquinhas!

15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D