Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

Exames dos pequeninos

Já no próximo ano lectivo haverá exames para os pequenitos do 4.º ano.
Mais uma vez, não se trata da descoberta da pólvora, nem sequer duma novidade.
Se não me falha a memória (e estou com preguiça de ir aos papéis confirmar) a primeira vez que houve estas "provas de aferição" foi no ano 2000. E no ano seguinte voltou a haver...
Depois deixaram de ser gerais e passaram a ser só em meia dúzia de escolas para "amostragem"(?), tal como aconteceu este ano.
E, quanto a mim, esta prova, tal como as "dos grandes" também continha imprecisões.
E os erros são tão mais graves quanto mais novos são os alunos, que em apenas 4 anos fizeram um percurso de aprendizagem tão grande que, comparativamente, nunca mais farão na vida deles...

Deixo-vos um dos problemas que vem na prova de Matemática:
(A primeira parte foi scanada porque a imagem é importante...)


(clicar para aumentar)

Até aqui tudo bem (embora não ache muito correcto baralhar as crianças, num dia de "exame", com medidas que eles não aprendem)


Agora o busílis da questão, ou seja a questão 11.2:

O Rui utilizou uma régua graduada em polegadas para medir o seu lápis.
O lápis media 10 polegadas.
Quantos centímetros mede, aproximadamente, o lápis do Rui?
Explica como chegaste à tua resposta.
Podes fazê-lo por palavras, desenhos ou contas.
Resposta:_____________ centímetros.


Há aqui uma série de disparates: primeiro as crianças não aprendem a medida "polegadas".
Depois misturar no mesmo problema polegadas e centímetros e ainda a pergunta final: pedir quanto mede "aproximadamente"?
Mas não é suposto que as medidas sejam rigorosas?
Um lápis mede "aproximadamente" ou "mede" e pronto?
E há ainda a solução do problema que é completamente surrealista!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub