Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

Invasão de manuais escolares...

... Começou logo no início do 3.º Período e não vejo jeitos de que acabe tão cedo!
Para casa as editoras mandam-nos convites para lanches em hotéis de Aveiro onde pretendem mostrar e oferecer (impingir) os seus livros.
A essas reuniões chamam "Acções de Formação" com direito a falta justificada e tudo!

Para a escola enviam as caixas com os livros (uma média de 7 livros por caixa, pois inventam sempre e cada vez mais os indispensáveis "livros de apoio")
Até hoje temos 11 caixas, o que dá cerca de 75 livros.
Oficialmente os professores têm de "analisar cuidadosamente os livros para procederem a uma escolha criteriosa que obedeça... blá blá blá..."
Acontece que na minha escola somos 4 professoras, sendo que uma vai para a reforma no final do ano e está pouco preocupada coma escolha dos manuais, como é normal. Ficam assim 3. Fiz as contas e dá uma média de 25 (vinte e cinco!!) livros a cada uma!
Análise criteriosa?
Isto é para rir ou para chorar?

Quando é que o governo acaba com esta pouca vergonha?
Há editoras que têm o desplante de nos enviar 2 ou 3 colecções diferentes. Isto para não falar das editoras cujos livros são tão rascas que nem deviam existir!
E pior: há gente que os adopta!!

Porque não as obrigam a fazer apenas uma colecção?
Ou antes, porque não cria o Ministério um grupo de trabalho, formado por gente competente na matéria, que analise os livros e que só permita que sejam publicados dois ou três de cada disciplina?
É que este descalabro, além de dar cabo da paciência de quem quer ter um mínimo de rigor a escolher os manuais, deve ficar caríssimo! E depois o preço dos livros é o que é!
Este ano escolhem-se livros para o 3.º ano que vão custar cerca de 40 euros. (Isto sem incluir Gramática nem Dicionário).
Quem tem 2 ou 3 filhos na escola vai à falência!
E não me venham com essa treta de livros reutilizáveis, pois os livros não são reutilizáveis.

E acho até que devia fazer parte dos Direitos da Criança um novo artigo:
« Todas as crianças de todas as raças devem ter o direito de estrear um livro»

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub