Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

Manuais reutilizáveis

O facto de eu ter dito que os manuais não são reutilizáveis gerou alguma polémica e confusão.
Por isso, dedico este post a esse assunto para que fique bem esclarecido.
Em primeiro lugar é preciso não esquecer que estou a falar do 1.º ciclo, onde a principal actividade das crianças é riscar, rabiscar e só depois escrever! E essa escrita é de aprendizagem.
Eles escrevem para aprender a escrever!

Há uma meia dúzia de anos atrás os manuais de Português só tinham os textos. As perguntas estavam no fim do texto, sem espaços para responder. Assim era fácil não escrever no livro.
Actualmente as perguntas têm o espaço de resposta no próprio livro e para além disso ainda há livros só de fichas de trabalho (que eu muitas vezes dispenso, pois prefiro ser eu a fazê-las à minha maneira e à medida da turma, não tendo portanto os pais sequer de as comprar).
Nesta disciplina não é impossível deixar de escrever no livro. As crianças podem copiar as perguntas para uma folha e responder aí.
Isto se andarem já no 2-º ano ou mais.
No 1.º ano ainda não são capazes de o fazer.

Já na Matemática é de todo impossível reutilizar o livro.
Quem pensa o contrário, talvez seja do tempo em que o livro de Matemática apenas tinha contas e problemas...
Agora não é assim: os livros têm exercícios impossíveis de serem copiados para um caderno. Exercícios que incluem tabelas, figuras, quadros, labirintos, itinerários, mapas, relógios, moedas, etc., etc..

Quanto a fazer fotocópias, grande parte das escolas do 1.º ciclo nem sequer tem fotocopiadora...
Depois, andar todo o ano a trabalhar só com fotocópias tornava-se incomportável financeiramente. Mesmo com manuais e a escrever neles tiramos milhares de fotocópias por ano!
Além disso no 1.º ciclo as fichas de trabalho são muito coloridas e têm fotografias ou desenhos. Fotocopiadas ficariam impraticáveis.

Hoje na minha escola chegámos ao record dos 100 livros recebidos (e ainda hão-de vir mais!). Agora multipliquem isto por milhares de escolas...
Se este desperdício deixasse de existir os manuais podiam ser muito mais baratos...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub