Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

Manual de instruções


Estão prestes a chegar as provas de aferição para os alunos do 4.º ano.
Para já vamos tendo acesso às diversas instruções para quem vai supervisionar as provas e para quem as vai realizar.

Eu compreendo que as normas tenham de ser razoavelmente rígidas para haver um certo acerto nacional, mas daí a obrigarem os professores aplicadores (os que tomam conta dos meninos) à leitura tal e qual até de coisas tão simples como "podem sair" também é demais!!

"Não procure decorar as instruções ou interpretá-las, mas antes lê-las exactamente como lhe são apresentadas ao longo deste Manual."

E vão ter de ler coisas assim:

"Querem perguntar alguma coisa? Fui claro(a)?"

"Estejam à porta da sala às 11 horas e 20 minutos em ponto. Não se esqueçam. Podem sair."

Mas o que considero a maior barbaridade é o facto de os alunos, apesar de a prova estar dividida em duas partes de 45 minutos, não poderem nem na primeira parte da prova avançar para a segunda caso estejam despachados, e nem na segunda parte poderão voltar atrás, mesmo que tenham deixado perguntas por responder!

"A prova é constituída por duas partes; a primeira parte da prova termina quando encontrarem uma página a dizer PÁRA AQUI! Quando chegarem a esta página, não podem voltar a folha;
durante a segunda parte, não podem responder a perguntas a que não responderam na primeira parte.

E ainda um último recado ao professor aplicador:

"Se precisar de sair da sala, certifique-se de que as janelas estão convenientemente fechadas e feche a porta à chave."

Será que quem impõe estas regras faz alguma ideia de como se comportam crianças com 9 e 10 anos?

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub