Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

Me passo-me!!

José Wilker faz um fabuloso "Giovanni" na novela "Senhora do Destino" (a tal que eu não perco...).
Ele é um ex-bicheiro e actualmente o maior milionário lá do sítio tendo por isso direito a ser tratado por "doutor".
Subiu muito na vida, mas tem um desgosto pois falta-lhe uma coisa que nem todo o dinheiro dele consegue comprar: cultura.
Para tentar mostrar o contrário, não perde uma oportunidade de utilizar palavras "caras".
Claro que as utiliza ou mal pronunciadas ou fora do contexto, o que torna a sua personagem hilariante.

E vem isto a propósito de quê?
A propósito de uns blogues que eu vi por aí um dia destes: blogues onde as pessoas são assim, utilizando palavras tão caras que só de dicionário em riste se decifram as mensagens... Às vezes nem assim!
Porque haverá esta necessidade de escrever assim?
Para mostrar a cultura que (não) se tem?
E quem os lerá? Com certeza outros com eles...
Fazem lembrar a história "O rei vai nu": ninguém quer ser o primeiro a dizer que não percebe para que ninguém perceba que ele não percebeu... perceberam?

Eu também sei escrever assim, querem ver?
"O tempo que decorre entre o nascer e o pôr do sol raiou a manhã airoso"
Tradução:
"O dia amanheceu lindo"
(um dia que não tenha nada que fazer, escrevo assim um texto inteirinho com prémios para quem acertar na tradução!)

E por falar em prémios: obrigada a todas as almas caridosas que me mandaram desenhos com a solução do "labirinto russo".
Sem ir ver a nenhuma cábula, completamente sozinha, hoje eu CONSEGUI!! Iuuupi!!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub