Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

Provocações

O Manuel Ribeiro é especialista em caricaturas (sabem, caricaturas, aquelas coisas que exageram os defeitos ou imperfeições, muito diferentes dos retratos!).
Há 2 semanas o alvo foram os professores...
Na Notícias Magazine deste domingo há 10 ou 11 cartas de professores indignados a vociferar contra o homem...
Fora as cartas que não foram publicadas...
Vai daí, também resolvi dar a minha achega e escrevi ao Manuel Ribeiro.
Assim:

Caro Manuel Ribeiro:
Os professores são uma classe de pessoas maioritariamente inteligentes (daí haver tantos a ler a NM) e que entendem perfeitamente o que é uma "provocação".
A caricatura está bem feita e até põe o dedo em algumas feridas (embora ninguém goste de ver assim escarrapachados os seus defeitos, todas as classes os têm e os professores não fogem à regra).
Mas, a maioria dos docentes deste país são bons ou muito bons e trabalham, na maior parte dos casos - e principalmente no 1.º ciclo que é o que eu conheço melhor - em condições que muitos intelectuais de gabinete nem imaginam porque só conhecem os colégios finos onde têm os seus rebentos.

Acredito que muito poucos teriam reagido mal à sua crónica, não fora dar-se o caso de, de há uns anos para cá, mas especialmente neste ano lectivo, os professores andarem a "apanhar" de todos os lados!
É que nem sabemos de onde elas nos caem!
E vêm de ignorantes, de gente que nada tem a ver com a educação, e que revelam grande falta de respeito para com todos os profissionais do ensino.
Tem havido muitos, cada jornal tem o seu, mas estou a lembrar-me especialmente do Sr. Miguel Tavares que, do que sei, foi o que escreveu e disse as maiores barbaridades.

A Ministra da Educação tem tomado muitas medidas acertadas mas também tem feito algumas asneiras (ou deixado que os lambe-botas das DRE as façam para "mostrar serviço").
Mas eu não a condeno porque me parece estar a agir de boa-fé e também porque só quem não faz nada é que não comete erros.

Quanto a si, não tome a árvore pela floresta e continue com as suas excelentes provocações!

Cumprimentos,

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub