Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fábulas

Fábulas

Por Aveiro,

as últimas notícias são:

O Presidente da Câmara mostra-se no seu melhor e enxota quem se lhe opõe.
Se os vereadores têm de estar sempre de acordo com o patrão presidente, para que é que existem? Acabavam de vez com eles e poupava-se algum dinheiro!

E como se isto não bastasse, temos também a PSP a desobedecer ao Presidente da República: há um jovem agricultor, cheio de ideias e de vontade de trabalhar - nem deve ter pedido subsídio a ninguém - e vai daí, eles (PSP) vão a casa do jovem e destroem-lhe a cultura. Isto não se faz!

Mais palavras para quê?

Do JN, um dia destes:

Reaberto há três anos, após quatro anos de obras e um investimento de cinco milhões de euros, o “Manuel Firmino” tem painéis decorativos a soltarem-se, portas de vidro que não funcionam, casas de banho sem ventilação e isolamento deficiente dos terraços, que já obrigou um restaurante a ter que proceder a obras duas vezes devido a infiltrações de água. Há ainda problemas com as caleiras, rede eléctrica e caixilharia de alumínio. “O empreiteiro não assumiu as suas responsabilidades”, lembrou Miguel Fernandes.

Os problemas de ventilação do Mercado Manuel Firmino (Aveiro) vão em breve ficar resolvidos. As obras de montagem de três ventiladores na cobertura do mercado, uma empreitada de mais de 42 mil euros, já se iniciaram e deverão estar concluídas em Agosto.

Ok, foi o empreiteiro que não assumiu responsabilidades...
Mas quem contratou o empreiteiro?
Quem pagou 5 milhões a um empreiteiro por uma obra que não estava em condições?

Se a estes "quem", houvesse alguém que respondesse "eu" e esse "eu" tivesse de pagar, do seu bolso, as novas obras que vão permitir que o mercado fique em condições, até aposto que isto não voltava a acontecer.

É por estas e por outras que, de todos os órgãos de soberania, aquele em quem menos confio são as autarquias.
Uma vergonha!

Parabéns à Câmara Municipal de Aveiro!

Sou muito rápida a criticar, mas também me esforço por dizer bem sempre que possível.
E, desta vez, a CMA está de parabéns pois mandou distribuir por toda a população 3 "eco-sacos": um verde para vidro, um amarelo para o plástico e o azul para o papel.
São sacos bons, de boa qualidade, que servem mesmo para o fim a que se destinam.

Além disso, trazem ainda informação sobre a sua utilidade e a utilidade da reciclagem com exemplos simples e claros.
Até que enfim!

Eu não preciso dos sacos para começar a fazer separação de lixos (sou quase fanática, tanto em casa como na escola), mas para muitas pessoas talvez seja uma boa ajuda e um incentivo.

Parabéns!

(Agora, para terem direito a uma ovação ainda maior, deviam dar às escolas uns mini-ecopontos, porque seria um bom incentivo também às crianças e é por aí que temos de ir: ensinar as crianças para que estas chateiem os pais e venham a ser adultos mais responsáveis que os de hoje).

Sem eira nem Beira... Mar

A propósito do que escrevi há muito tempo sobre o assunto do campo de futebol do Beira-Mar, foi-me deixado este vídeo na caixa de comentários.



Eu continuo a achar o que sempre achei: fazer um investimento daqueles, com as despesas que acarretou para a Câmara Municipal (e que ainda não acabaram) foi a maior barbaridade de todos os tempos.
Nem era preciso ser muito esperto para entender que um empreendimento gigantesco, para uso de um pequeno clube de futebol, e ainda por cima a milhas da civilização, só podia ser um fiasco.
E com as manias de grandeza dos outros eu posso bem, desde que não sejam realizadas com o meu dinheiro...
O que não é o caso!

Uma fotografia por domingo (50)

Que neste caso até são duas!

No domingo passado fui passear ao Parque de Aveiro (Parque Infante D. Pedro).
O local que em tempos foi aprazível está transformado numa lixeira a céu aberto.
As plantas que lá existem em maior quantidade são as urtigas!

Eu sei que a Câmara não tem dinheiro e patati patata, mas há coisas para as quais a falta de vontade, de organização e de vergonha na cara, são superiores à falta de dinheiro!

(Não tem nada a ver com o assunto - ou talvez tenha, mas esta semana foram à minha escola plantar uma árvore.
Tudo muito bem, uma iniciativa altamente louvável da CMA.
O que eu achei estranho foi que, num dia, só para ver onde a árvore iria ser plantada, foram lá quatro pessoas.
No dia da plantação da árvore eram oito!!

Sei lá, se calhar alguns podiam ter ficado a tratar do parque, digo eu que sou ignorante...)



Descubra as diferenças

Lembram-se de eu ter falado aqui de uma paragem de autocarro destruída?
E de mais tarde ter lido no jornal que o presidente da Junta ter dito desconhecer o assunto, porque nem sequer lá passava?

Pois é, entretanto o senhor (ou alguém por ele) deu com o lugar...
E intervieram na paragem...
Como?
Como podem constatar nas fotos anexas!
Palavras para quê?
(depois criticam-me por eu não levar fé nenhuma nas autarquias!...)


paragem2.jpg

...uma daquelas fitas plásticas a fazer não sei o quê... e reparem no pormenor dos vidros pelo chão!
Nem uma pá do lixo levaram com eles?????????

paragem3.jpg

os vidros partidos ficaram mais perigosos ainda do que antes, pois não têm a protecção da chapa (chapa essa que foi tirada por alguém que lhe achou alguma utilidade!)

É assim que querem ensinar as pessoas a respeitar o que é público?
Com exemplos destes, de total falta de respeito por todos, mas principalmente por quem se serve da paragem?

Paragem perigosa



Esta paragem de autocarro está assim desde o fim-de-semana de 16 de Fevereiro.
Neste tempo todo não fizeram lá absolutamente nada!!
Nem sequer o que não acarreta despesas, como seja retirar os vidros que se encontram no chão e os que estão ainda agarrados à moldura, como verdadeiras lanças!

Entretanto, as pessoas esperam o autocarro à chuva e rodeadas de perigos.

Não haverá nada que funcione neste município??

Que continue a viver a fartura!

(foto minha)

«O antigo estádio Mário Duarte vai mesmo ser o palco do jogo entre o Beira-mar e o Freamunde depois da Comissão Técnica da Liga ter feito ontem a derradeira vistoria às instalações e ter verificado que a organização do jogo está pronta.»
(Diário de Aveiro, 2/2/2008)

Em 2003 foi construído em Aveiro um grandioso estádio, que serviu para dois jogos do eurpeu!

Apesar do luxo, tem estado sempre às moscas e entretanto foi-se deteriorando (pelo menos por fora, que é a parte que eu vejo)...
Afinal parece que por dentro ainda está pior, pois está imprestável para o futebol.
Por isso, os jogos do Beira-Mar têm sido realizados por aí, em campos emprestados!

Digam lá se não é uma maravilha ser rico!!

Peixeirada

Peixeirada é um termo que vem mesmo a propósito do que se está a passar com a famosa Praça do Peixe, em Aveiro, e das discussões que essa praça tem gerado.

Depois de obras de remodelação de mais de 1 milhão de euros, a Praça reabriu em 2004.
Agora a Câmara Municipal de Aveiro fala em fechá-la por falta de condições "higienosanitárias"!
Mas afinal as obras serviram para quê?

Segundo os autarcas de então, as obras foram bem feitas e o mercado está como está por falta de obras de manutenção.
Já os actuais autarcas dizem que "o piso do Mercado é incompatível com a venda de peixe”.
E quando se fala em corrigir os problemas em vez de fechar o mercado? Segundo "O Aveiro", o vereador dos mercados diz que " é muito difícil pôr aquele Mercado em condições para vender peixe sob pena de se alterar todo o edifício, que em termos arquitectónicos é bonito e não deve ser descaracterizado”.

É aqui que eu deixo de entender: se é um problema de piso como é que as obras vão "descaracterizar o mercado"?
Por outro lado, como é possívem gastar um milhão e quatrocentos mil euros (conseguem imaginar?) numa obra e não a deixr em condições??

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D