Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fábulas

Fábulas

"Todos os nomes"...

Hesitei bastante antes de escrever este post, mas resolvi dar uma explicação a quem me costuma ler, do porquê do "desaparecimento" de alguns comentários e também da necessidade de a partir de agora este blog não aceitar comentários anónimos.
Alguns devem ter dado por ela e nada disseram, outros, como a Mafaldina questionaram o meu respeito (ou falta dele) pelas pessoas que se dão ao trabalho de comentar...

Este blog começou em Fevereiro de 2004, está prestes a completar 2 anos e meio de duração, com publicações praticamente diárias.
E não me limito a copiar poemas e coisas engraçadas que recebo por e-mail (embora às vezes o faça).
A maior parte das vezes publico o que me vai na alma acerca do que vejo, leio, ouço, vivo...
Nem sempre as opiniões são unânimes, o que que às vezes gera nos comentários discussões mais ou menos acesas...
Mesmo assim, nunca apaguei um único comentário...

Nunca...
... até um dia destes em que apareceu aqui alguém que confunde comentar com insultar. E não se trata de concordar ou discordar daquilo que escrevi: é insulto puro, sem nada ter a ver com o que escrevo.
Além de mal criado e mal formado (ou doente) é um ignorante que nem escrever sabe: comentários com frases mal elaboradas e também cheias de erros ortográficos...
Ignora também o básico dos básicos: por muitos nomes diferentes que use há uma identidade chamada "IP" que é única e da qual não se pode fugir!
Não lhe vou dar a confiança de publicar aqui "todos os nomes" com que destila por aí o seu veneno. Aliás, já está a ter demasiado tempo de antena para quem devia ser ignorado!

Mas não resisto a deixar aqui a "pérola" que foi o seu último comentário, tal e qual, com erros e tudo:

"Avaliando o contexto, comentado por parte de um comentador, falando livremente e também do alheio, ao apagar comentários sucessivos, o blogante não tem o direito mural de as anular publicamente, sem um prazo mínimo de três dias da sua publicação, on-line via Internet. Porem não existindo queixa do lesado Manuelzé, todos os actos de remoção de comentários, é da sua responsabilidade de quem detêm a manutenção do blog. C.Martins 15:37

Não deixa de ser interessante (e mais uma prova da imbecilidade do comentador) que às 15:37 venha ao meu blog e saiba que houve um comentário de um tal "Manuelzé" que foi apagado por volta das 10 da manhã!

E para terminar de vez com este assunto, que não gosto de mexer em m****:
Escusa de vir para qui comentar pois todos os seus comentários terão o mesmo destino, que é o seu lugar certo: o lixo!

24 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2005
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2004
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D